Coloboradores

9 de jul de 2010

Droga da Paz

   Num mundo tão conturbado, em que não se pode perder tempo, muitas pessoas ficam estressadas. Então, ao invés de fazem uma caminhada, ouvir alguma música relaxante ou fazer yoga, elas preferem tomar um remedinho... E é aí que elas podem se ferrar!
   Seja por causa de um vestibular, muito trabalho ou até um relacionamento mal resolvido, tem gente que está resolvendo tudo isto com calmante. Aliás, elas acham que estão resolvendo, pois eles apenas "acalmam" e não melhoram nada.
   Essa falsa impressão faz com que cada vez mais gente se torne dependente do rivotril (calmante tarja preta) e, como é fácil conseguir a receita com algum conhecido ( muitos médicos que não são especialistas receitam), elas  compram- no facilmente.
   Deveria, nesse caso, haver mais fiscalização. Os médicos faltam com a ética quando recomendam remédios que não são de sua especialidade. Tem que haver conscientização da população a respeito dos tarjas pretas.
   Enfim, o governo deve proporcionar mais qualidade de vida à população. Acesso a esportes, leitura. Incentivo a uma vida mais saudável. Tem-se que obrigar as empresas a evitar que seus funcionários adquiram LER ( lesão por esforço repetitivo) e não os pressionam demais. Só assim os seres humanos não terão que tomar medicamento e , assim, seremos mais felizes!

2 comentários:

Clarice Ferreira disse...

As pessoas de hj não são criadas para enfrentar os problemas, por isso, se anestesiam... beijinhos

girosdamocoronga disse...

Realmente hoje as pessoas precisam de soluções rápidas para seus problemas, por isto recorrem aos medicamentos de tarja preta, é a geração Rivotril!!
Ei seu blog é interessante, mas quem é vc?? Deveria se mostrar num perfil...até...